VIVENDO A LOGÍSTICA


PONTO DE VISTA

A CONFIRMAÇÃO DO DESCASO DA LOGÍSTICA NO BRASIL

Não é novidade que o modal rodoviário é o mais utilizado para efetuar coletas e entregas no território nacional, e de acordo com o mapeamento “Logística dos Transportes no Brasil”, realizado pelo IBGE, essa realidade só foi confirmada.

Ainda, segundo o mapeamento, o modal rodoviário revelou sua predominância no território brasileiro, e a grande conentração do fluxo logístico está nas regiões Centro-Sul com destaque para o estado de São Paulo.

De acordo com o mapa:

– 61,1% de toda a carga transportada no Brasil usou o sistema modal rodoviário;
– 21% passaram por ferrovias,
– 14% pelas hidrovias e terminais portuários (fluviais e marítimos) e apenas
– 0,4% por via aérea

Os dados utilizados pelo IBGE são de 2009 e fornecidos pela CNT, mas de acordo com o mais recente boletim estatístico da Confederação, de agosto deste ano, os dados são basicamente os mesmos.

O Estado de São Paulo é um único estado que consegue se conectar as cidades do interior utilizando outros modais, mas ainda com pouco investimento, e até conseguindo alguns resultados positivos para amenizar os gargalos de infraestrutura e da logística.

Infelizmente os investimentos públicos são insuficientes ou por vezes mal aplicados causando prejuízos à econômia nacional. Além da falta de conectividade entre os modais e a grande burocracia ou podemos dizer “burrocracia”.

Sabemos que a solução está em investir primeiramente na infraestrutura nem que seja em parcerias públicas-privadas, mas para tanto precisamos cobrar e acompanhar o novo governo que assumirá em Janeiro de 2015 os resultados efetivos que tanto almejamos historicamente falando.

Vamos cobrar e acompanhar a realização das promessas de investimento e que saiam definitivamente do papel! O povo acordou!

Kelly Bueno
Vantine Logistics & Supply Chain Consulting

IMAGEM