30 DE JUNHO DIA DO CAMINHONEIRO

O Príncipe das Estradas

 

Essa classe profissional é uma das que mais merece ser homenageada, pois como diz a letra da música “Frete” de Renato Teixeira:

6“Conhece cada palmo desse chão, é só mostrar qual é a direção
Quantas idas e vindas meu Deus quantas voltas
Com a carroceria sobre as costas, fazendo frete cortando o estradão!”

Ao longo da minha carreira sempre exortei esse Profissional, normalmente castigado pela pressão dos custos, sendo ele o último da fila, é ele quem paga o pato. Muitas vezes sem sobrar dinheiro para sustentar a família.

Novamente na letra de Renato Teixeira:

“Eu conheço todos os sotaques
Eu conheço as minhas liberdades
Mas quando me lembro lá de casa, a mulher e os filhos esperando
Sinto que me morde a boca da saudade
É quando a estrada me acode!”

Outra frase profunda dessa música diz: “pois a vida não me cobra o frete”, que quer dizer que, esse Profissional, CAMINHONEIRO, o Príncipe das Estradas, elemento itinerante, muitas vezes com destino errante, busca carga sem saber seu próximo destino.

A nossa merecida homenagem a esse Profissional, esperando que em algum dia mais próximo possível, tenha o seu valor reconhecido e respeitado por todos Profissionais de Logística do Brasil.

J.G.Vantine