VIVENDO A LOGÍSTICA

DISTRIBUIÇÃO URBANA: EM BUSCA DA PRODUTIVIDADE

Certamente você já deve ter lido em outras edições o mesmo assunto sendo tratado com vários enfoques. Desta vez em matéria publicada na Revista Distribuição em Jan/93 demos uma série de dados e informações decorrentes do nosso trabalho na coordenação do CDU – Comitê de Distribuição Urbana. Observe que trazendo este assunto para o dia hoje, podemos observar como neste país tudo é muito complicado e muito lento. Aproveite e veja meus comentários no “Ponto de Vista” desta mesma edição.

E preste atenção no texto clicando abaixo porque estamos falando de 15 anos atrás!

Em busca da Produtividade

J.G. Vantine.

 


PONTO DE VISTA

FURGÃO SETCESP: MAIS UMA OPÇÃO

Em vários cursos e palestras que venho ministrando, tenho afirmado que quanto mais próximo o produto está do consumidor, mais ágil e eficaz deve ser a Logística. E também tenho afirmado que quanto mais próximo deste ponto, menor tem que ser o veículo para se adaptar as freqüentes mudanças de comportamentos do varejo de ponta, trecho da Logística chamada de DISTRIBUIÇÃO URBANA (para alguns last minute).

No dia 20 de junho, numa iniciativa do SETCESP – Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo em parceria com a Caio e Mercedes Benz foi criado o novo veículo para esta atividade e batizado deCAMINHÃO/FURGÃO SETCESP, com as seguintes características: 6,30 m de comprimento, com capacidade de 17,2 m3 de volume, ou 2,65 mil quilos de carga útil.

Este veículo é bem vindo tanto para embarcadores quanto para transportadores, e na minha opinião vem apresentado mais uma opção ao VUC – Veículo Urbano de Carga. E neste caso convém ressaltar que o VUC admite carga útilacima de 1.500 Kg (conforme lei 37.185 ), podendo carregar até 6 paletes PBR em sua base.

São dois veículos distintos, porém com a mesma finalidade:AGILIZAR A DISTRIBUIÇÃO URBANA.

J.G.Vantine